Sabesp anuncia novo sistema de captação de água para São Paulo


VAGNER MAGALHÃES
Direto de Nova York (EUA)

A Companhia de Abastecimento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) pretende colocar no mercado até o fim do ano a licitação para uma Parceria Público Privada para a construção de um sistema que captará água para a região oeste da Grande São Paulo, beneficiando municípios como Barueri, Jandira e Itapevi.

De acordo com Dilma Pena, diretora presidente da empresa, haverá um investimento inicial de R$ 1,6 bilhão para a extensão da rede, em um trecho de aproximadamente 80 km. O negócio total está avaliado em cerca de R$ 5 bilhões. Além dessa, outras duas PPPs estão nos planos da empresa.

“No fim de maio vamos apresentar ao conselho de administração uma outra para coleta e tratamento de esgoto no litoral norte, cuja modelagem está pronta. Para o próximo ano, temos o início do estudo de uma nova PPP, no âmbito da quarta e última etapa da despoluição do Tietê. A modelagem não vai ficar pronta este ano, mas sim em 2013″, disse.

De acordo com a empresa, para a região oeste da Grande São Paulo serão captados 4,7 m³ de água por segundo. Serão investidos cerca de R$ 5 bilhões no sistema em um período de 25 anos.
Nesta terça-feira, a empresa participou da abertura do pregão da Bolsa de Valores de Nova York (Nyse). A Sabesp foi convidada para tradicional toca do sino para comemorar os dez anos da negociação dos papeis da empresa na bolsa norte-americana. Em 2002, a Sabesp passou a vender ações da empresa tanto em Nova York como em São Paulo. No período, os papeis acumularam alta de 601%.

Do capital da empresa, 50,3% pertence ao governo do Estado de São Paulo, 24,9% vem dos acionistas da Bolsa de Nova York e 24,8% da captação é de investidores da BM&FBovespa. Em São Paulo, nestes 10 anos, a valorização foi de 427%. A empresa anunciou que o valor de mercado da empresa saltou de R$ 6 bilhões em 2002 para R$ 17,1 bilhões em 2012.

Rui Afonso, diretor financeiro da empresa, afirma que as ações são compradas por investidores de todo o mundo, como fundos de pensão da Escócia e países como Japão, Luxemburgo e Cingapura. “O ingresso desse capital é o que permite ampliar os serviços de Saneamento em São Paulo”, diz.
A empresa informa que no período, o investimento anual passou de R$ 1 bilhão para R$ 2,4 bilhões ao ano. Nos planos da empresa está a universalização do serviço de água e esgoto até 2020. Em São Paulo, a empresa atua em 363 dos 645 municípios do Estado.

O jornalista Vagner Magalhães viajou a Nova York a convite da Sabesp.

Fonte: Terra

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>